Inicio

A vida familiar

Crescimento Espiritual

Sexualidade

A igreja

Ensino Bíblico

Links

     

Mapa do site

Amor Perfeito blog

Quem somos nos?

Contacte-nos

 

Ensino Bíblico

 

  1. Como é que me posso tornar  um cristão verdadeiro?

  2. Quem vai para o céu depois da morte?

  3. Porquê é que fazer o bem não basta?

  4. O que é que vai acontecer se eu não deixo que Jesus Cristo tome controle da minha vida?

  5. Quando é que Jesus vai voltar para este mundo?

  6. Como é que será o regresso de Jesus Cristo para este mundo?

  7. Qual é o maior pecado?

  8. O que é que devo crer acerca de Jesus Cristo?

  9. Qual é a diferença entre o Cristianismo e as outras religiões?

  10. Por que é que Deus permite o sofrimento?

  11. Por que é que existe mal no mundo?

  12. Como sabemos que Deus existe?

  13. O inferno é um lugar ou um estado de alma?

  14. Será que o diabo existe?

  15. Como é Deus?

  16. O que significa seguir Jesus?

  17. O que vai acontecer no futuro?

  18. O que vai acontecer depois de morte?

  19. Qual é a decisão mais importante na minha vida?

  20. Qual é a diferença entre O Velho e O Novo Testamento?

  21. Por que é que Deus às vezes não responde a minha oração?


1.Como é que me posso tornar um cristão verdadeiro?

A Bíblia ensina que Jesus Cristo, O Filho de Deus, viveu como nós na terra mas Ele foi a única pessoa que conseguiu a viver uma vida pura, sem pecar.  Quando Ele morreu na cruz de Calvário, o seu sangue puro foi derramado para nos perdoar e nos purificar das  nossos pecados e da nossa natureza pecaminosa.  Para que possamos experimentar este perdão e purificação,  e começar a ter um relacionamento pessoal com Deus, temos que:

  • nos arrepender dos nossos pecados, que quer dizer, virar as costas para as coisas más que fazemos.

  • pedir perdão ao Jesus Cristo e acreditar que Ele nos ouve e nos perdoa.

  • pedir-Lhe para começar a trabalhar em nós através do Seu Espírito Santo, fazendo de nós uma nova pessoa com novos desejos e atitudes.

  • falar com Ele e obedecer tudo que Ele nos diz.  Ele vai falar connosco quando lemos a Bíblia ou através da nossa consciência. 

 

topo


2. Quem vai para o céu depois da morte?

 

Jesus disse que só as pessoas que o amam e acreditam n'Ele vão para o céu. Em João 3,  Jesus diz:

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho único para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3.16)

e também 

"Ora, a vida eterna é esta: que conheçam a Ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste." (João 17.3)

Podemos ver destas passagens que é preciso conhecer a Deus, e que fazer coisas boas não basta.  Para conhecer a Deus, precisamos de ter um relacionamento pessoal com Ele, gastando de tempo na sua presença e falando com Ele.  Ele quer ser o nosso melhor amigo e quer estar  incluído em toda a parte da nossa vida.

Jesus deu-nos um aviso também, que temos que obedecê-Lo e confessar que pertencemos a Ele.  Ele disse:

"Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus." (Mateus 7.21) 

e também

"Mas todo aquele que me negar diante dos homens, eu o negarei também diante de meu Pai que está nos céus." (Mateus 10.33)

 topo


 

3. Porquê é que fazer o bem não basta?  

Por mais que nós façamos, não merecemos ir para o céu, porque Deus é santo e o homem sempre peca. Nenhum de nós pode cumprir nem sequer o primeiro mandamento, que é amar Deus com todo o nosso coração, toda a nossa alma e toda a nossa mente. Se pelos nossos próprios esforços pudéssemos merecer ir para o céu, a morte do Senhor Jesus não teria sido necessário. Ele morreu e derramou o seu sangue para nos limpar e faz com que possamos ter uma nova vida que é digna para estar com Deus no céu para sempre.

A Bíblia diz: 

"Foi por amor que vocês foram salvos, por meio de fé.  Não vem de vós, é um dom de Deus.  Não foi obra vossa, portanto ninguém se pode gabar disso." (Efésios 2.9)

  "Perguntaram eles (a Jesus): Que faremos para fazer as obras de Deus? Respondeu Jesus: A obra de Deus é esta, crê naquele que ele enviou". (João 6. 28,29)

 

topo


4. O que é que vai acontecer se eu não deixo que Jesus Cristo tome controle da minha vida?

Se não virarmos as costas para as coisas erradas nas nossas vidas, e pedir a Jesus para entrar, tomar controle  e transformar-nos, o aviso de Deus é o seguinte:

"Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, que é a segunda morte." (Apocalipse 21.8)

Jesus quer que todos estejam com Ele nos céus, mas não pode deixar entrar os pecadores, porque Ele é santo.  No entanto, pessoas que têm sido perdoadas e limpas por Ele antes da morte, através de arrependimento e fé no sangue que Jesus derramou na cruz, podem entrar.  Falando do céu em Apocalipse, a promessa de Deus é:

"Eu virei muito em breve e trarei comigo a recompensa para dar a cada um segundo as suas obras. ..............Felizes os que lavam os seus vestes no sangue do Cordeiro (Jesus), e que assim têm direito de comer o fruto da árvore da vida e de entrar pelas portas da cidade." (Apocalipse 22.12,14) 

Também é lógico que as pessoas que  não querem  que Deus seja  O Senhor das suas vidas agora, não vão querer estar com Ele nos céus para sempre!

topo


 

5. Quando é que Jesus vai voltar para este mundo?

A Bíblia está cheia de referências acerca do facto de Jesus voltar  para este mundo, mas Ele disse que nem mesmo Ele sabia o dia nem a hora do seu regresso. Ele avisou-nos que sempre devemos estar prontos e também nos deu vários sinais, por exemplo:

  • guerras, fome, pestes e terramotos vão ficar piores;

  • surgirão muitos falsos profetas;

  • o evangelho será pregado em todo o mundo (Mateus 24);

  • nos últimos dias virão escarnecedores, andando de acordo com as suas paixões e dizendo "Onde está a promessa da sua vinda?" (2 Pedro 3.3)

Jesus também disse que o seu regresso seria repentino como um relâmpago que ilumina um céu escuro e acrescentou que o mundo não estaria preparado para tal acontecimento.

topo


 

6. Como é que será o regresso de Jesus Cristo para este mundo?

Quando Jesus subiu ao céu depois de sua ressurreição a Bíblia fala-nos que dois homens vestidos de branco disseram  aos discípulos:

"Varões galileus, por que estão a olhar para o céu? Este mesmo Jesus, que viram afastar-se de vós para o céu voltará da mesma maneira que agora O viram subir." (Atos 1.11)

e Jesus disse:

"Então verão vir o Filho de homem vindo numa nuvem, com poder e grande glória" (Lucas 21.27)

O Apostolo Pedro disse: 

"Mas o dia do Senhor virá como um ladrão. Os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra e as obras que nela há, se queimarão. .... Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, nos quais habita a justiça." (2 Pedro 3.10,13)

Jesus regressará como Juiz. Toda a humanidade será dividida em dois grupos: o povo de Deus para a vida eterna, e os restantes para a morte eterna. Não haverá nada de injusto no Seu julgamento. Será baseado no que cada pessoa fez com Jesus durante a sua vida. Essa decisão vai determinar o que acontece na eternidade - e a escolha é sua. 

topo


 

7. Qual é o maior pecado?

Disse Jesus:

"quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, porque não crê no nome do único Filho de Deus." (João 3.18)

Todo o pecado é mau aos olhos de  Deus que é santo e que odeia pecado.  Os nossos pecados separam-nos de Deus  e a Bíblia fala de muitos pecados, tais como: adultério, assassínio, roubo etc. Todos estes pecados podem ser perdoados e lavados,  porque Jesus Cristo pagou o preço dos nossos pecados na cruz,  para que possamos ser perdoados e livres do castigo que merecemos. 

Porém, o pecado mais grave é quando as pessoas não crêem em Deus e em Jesus Cristo, o Filho de Deus, que tanto nos ama e que morreu por nós. 

Quando não acreditamos em Deus, Ele não pode fazer nada por nós, nem nos pode perdoar. Para sermos perdoados,  é preciso ir a Ele em oração e pedir-Lhe perdão, o que significa que temos que crer n'Ele. Visto que Ele nos criou para nós O conhecermos, e para termos comunhão com Ele, é a maior tristeza para Deus quando não acreditamos na sua bondade e amor.

topo


 

8. O que é que devo crer acerca de Jesus Cristo?

Devo crer que:

  • Jesus Cristo é o Filho de Deus, e a segunda pessoa da  Santíssima Trindade;

  • Jesus Cristo criou o mundo, sempre existiu, e sempre existirá;

  • Ele, sendo Deus, veio a este mundo, morreu na cruz pelos nossos pecados, ressuscitou ao terceiro dia, e subiu ao céu;

  • No dia de Pentecostes Ele mandou o Espírito Santo para encher os seus discípulos;

  • Ele está agora sentado no lado direito do Pai, orando pela humanidade;

  • Ele vai voltar da mesma maneira que Ele subiu;

  • Ele vai julgar o mundo, e haverá novos céus e uma nova terra;

  • Ele tem todo o poder;

  • Ele quer perdoar os nossos pecados e transformar as nossas vidas.

topo


 

9. Qual é a diferença entre o Cristianismo e as outras religiões?

Os cristãos acreditam naquilo que Jesus disse sobre si  na Bíblia.  Ele disse que Ele era Deus e que o único caminho para ao céu era através d'Ele.  Então, a religião cristã é baseada nos factos seguintes:

  • Jesus Cristo é Deus;

  • Ele sempre fala a verdade;

  • Ele explicou o caminho para chegar a Deus Pai;

  • Deus Pai mandou o Seu Filho, Jesus Cristo, para este mundo para morrer pelos pecados de humanidade;

  • Todos os  homens são pecadores e só através do sacrifício de Jesus na cruz é que podemos ser perdoados e limpos;

  • Deus, que é santo, só pode deixar entrar nos céus aqueles que são lavados do seus pecados por Jesus Cristo.

Ser cristão não é apenas tentar encontrar Deus desesperadamente.  Ser cristão é confiar em Jesus e naquilo que Ele fez, em vez de confiar que as nossas boas obras nos levam a Deus. Outras religiões tentam chegar a Deus, mas é impossível uma pessoa ter um relacionamento com um Deus santo sem ser perdoada e lavada dos seus pecados por Jesus.

topo


 

10. Por que é que Deus permite sofrimento?

"Se Deus é amor, porque é que as pessoas sofrem tanto? Por que é que Ele não faz parar todo este sofrimento?"

Esta é uma pergunta difícil de responder. Há tanta coisa acerca de Deus que não conseguimos sequer começar a compreender,  simplesmente porque Ele é muito superior em sabedoria e poder do que qualquer um de nós. Contudo, a Bíblia lança alguma luz sobre este assunto.

O sofrimento pode ser a consequência do pecado humano. Um motorista bêbedo pode causar dor e sofrimento a um espectador inocente.  O orgulho e a ganância de Hitler trouxe sofrimento terrível a milhões de pessoas. Quando Deus nos fez, Ele deu nos o dom precioso da livre vontade.  É isto que nos torna humanos, capacitando-nos a amar e a odiar, a ajudar ou magoar outros. Mas este dom maravilhoso da livre vontade tem sido usado vez após vez para o mal. O que fazemos afecta os outros para o bem ou para o mal.

O sofrimento pode ser a consequência da imperfeição humana.  Nenhum homem ou mulher é perfeito e por isso ficamos doentes, envelhecemos e morremos. É por essa razão que, por vezes,  nascem crianças deformadas. Isto não foi feito por Deus - Ele não deseja castigar os pais e Ele não envia a doença. As doenças e as enfermidades fazem parte de um mundo pecaminoso, e nós estamos sujeitos a elas, tanto os cristãos como o resto de humanidade.

O sofrimento pode ser a consequência do erro humano. Centenas de crianças nascem aleijadas porque as suas mães tomaram uma substância maléfica enquanto estavam grávidas. Não podemos culpar  a Deus pelos problemas que resultam de uma falta de conhecimento e de cuidado.

O sofrimento pode ser a consequência dos desastres naturais.  O pecado que entrou no mundo através da queda de Adão e Eva afectou a nossa terra de um modo estranho e espalhou com o passar do tempo para todos e para tudo. Por esta razão, temos terremotos, cheias, tempestades e todo o tipo de desastres naturais.

Deus tem o poder para interferir e ordenar que todo mal seja destruído em qualquer momento, mas isto não é o método que Ele quer usar. Ele prefere deixar o mal andar, e quer trabalhar através destas coisas para glorificar o seu nome e mostrar o sua sabedoria e graça. Por vezes, Deus permite o sofrimento nas nossas vidas  para nos provar e para fortalecer os músculos da  nossa fé.  O modo de reagirmos ao sofrimento determina se estamos a crescer na fé ou se estamos a voltar às duvidas e ao ressentimento. 

Deus não pede que enfrentemos o mal e sofrimento sem que Ele antes de nós tenha sofrido também. Ele fez isto na cruz quando morreu, sofrendo não só dor física, mas também o castigo do pecado de toda a humanidade. Agora, Ele está nos céus sofrendo connosco e intercedendo por nós, sempre pronto para nos dar graça e poder para que as nossas vidas e caracteres possam ser transformados mais e mais à sua imagem. 

topo


11.  Por que é que existe o mal no mundo?

Tudo que Deus criou no princípio do mundo era bom e porque Deus queria que nós O amássemos livremente, Ele deu-nos o dom de livre vontade. Ele não nos fez como 'robots' para que tivéssemos de O amar e de Lhe obedecer.  Infelizmente, Adão e Eva escolherem desobedecer a Deus, e desde então, toda a humanidade nasce com uma natureza pecaminosa e em rebelião para com Deus.  Por natureza, somos todos pessoas que pensam em si mesmas em vez de pensarmos em Deus. É uma doença que não nos afecta só a nós, mas a todos com quem entramos em contacto.

A Bíblia diz:

"Porque todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus." (Romanos 3.23)

"Nos últimos dias sobrevirão tempos difíceis;  pois os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeição natural ......"(2 Timóteo 3.1-5)

O homem sempre tenta chegar a Deus, mas não consegue, porque Deus é Santo e há uma separação entre Deus santo e homem que não é santo.

Então, qual é o solução?

Só existe um remédio - Jesus Cristo levou os nossos pecados e a nossa natureza pecaminosa quando Ele  morreu por nós na cruz de Calvário.  Para que possamos ser perdoados, purificados e começar a ter um relacionamento pessoal com Deus, temos que:

  • nos arrepender dos nossos pecados, que quer dizer, virar as costas para as coisas más que fazemos.

  • pedir perdão ao Jesus Cristo e acreditar que Ele nos ouve e nos perdoa.

  • pedir-Lhe para começar a trabalhar em nós através do Seu Espírito Santo, fazendo de nós uma nova pessoa com novos desejos e atitudes.

  • falar com Ele e obedecer tudo que Ele nos diz. Ele vai falar connosco quando lemos a Bíblia ou através da nossa consciência.

Estas são boas noticias!

Em todas as outras religiões pessoas tentam a chegar a Deus através de boas obras. A mensagem de Cristo é que podemos ter um relacionamento pessoal come Deus através de fé e confiança naquilo que Jesus fez por nos.

 

topo


12.Como sabemos que Deus existe?

Há muitas coisas que  não podemos ver - sabemos contudo que elas estão lá. Não podemos ver o vento,  mas sabemos que ele existe porque o podemos ver a soprar nas folhas das árvores. Temos muitas provas ao nosso redor sobre a existência de Deus. A beleza da natureza fala de Deus, assim como a simetria, a ordem e as leis naturais que se encontram na vida diária.  Deve existir alguém muito inteligente e poderoso que designou este universo tão vasto e espantoso. Deus é um grande desenhador, arquitecto e criador. O corpo humano é só um  exemplo dos muitos mecanismos maravilhosos que Deus criou.

Se ainda tem dificuldades em acreditar em Deus, pode falar com Ele de uma maneira simples e honesta sobre as suas dúvidas, e Ele vai responder-lhe e revelar-lhe a Sua bondade e amor. 

topo


 

13. O inferno é um lugar ou um estado da alma?

As pessoas dizem que o inferno existe aqui na terra quando há muito sofrimento, mas quando a Bíblia fala do inferno, está a falar dum lugar donde Deus retirou a sua presença e,  por consequência, toda a sua luz e amor.  Jesus descreve este lugar como um local de escuridão, choro e tormento.  É uma prisão de vida eterna sem remissão possível. A Bíblia  chama a  isto eterna separação de Deus.  O inferno é o lugar onde o diabo vai ser lançado, juntamente com aqueles que não se arrependem.  A Bíblia diz:

"E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta. De dia e de noite serão atormentados para todo o sempre." (Apocalipse 20.10)

"Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, que é a segunda morte." (Apocalipse 21.8)

topo


14. Será que o diabo existe?

O Senhor Jesus Cristo foi tentado pelo diabo no deserto (Mateus 4.1-11) e muitas vezes Ele falou sobre a obra de diabo. (Mateus 13.1-33).  A experiência de vida também nos mostra que existe um espírito invisível, inteligente e muito astuto que domina a humanidade.

topo


15. Como é Deus?

Ao observarmos a criação e o mundo em que vivemos podemos aprender algo acerca do Criador. Podemos observar que o Criador gosta de beleza e de cor. Podemos detectar o seu cuidado no mínimo pormenor. O funcionamento do corpo humano é uma obra-prima em desenho e função. O tamanho e o poder das montanhas e dos mares dizem-nos algo acerca do poder omnipotente deste Deus criador.

Mas, como é Deus? Podemos ler a resposta na Bíblia que nos diz que Deus é Espírito. Que quer dizer isto? 

Temos um corpo para vivermos aqui na terra. Um peixe tem um corpo para viver no mar. Deus vive no céu, pois que Ele é Espírito. Isto não quer dizer que Deus é um fantasma misterioso. Ele tem vontade, mente e emoções. Pode estar em todo o lugar, ver tudo, conhecer tudo o que se passa. Ele pode amar-nos, guiar-nos e proteger-nos. Ele ouve as nossas orações.  Ele é tão poderoso e maravilhoso que nós não O compreendemos complemente.

Para que nós O pudéssemos compreender melhor, Deus decidiu vir em pessoa à nossa terra e mostrar-nos como Ele é. Veio como um bebé - nasceu como nós. Ainda assim o seu nascimento foi diferente porque Deus era o seu Pai.

Jesus era totalmente humano, sendo também totalmente Deus. Porque Ele é humano, conhece o tipo de problemas que enfrentamos. Porque Ele é Deus, pode ajudar-nos.

Jesus disse:

"Quem me vê a mim vê ao Pai." (João 14.9)

 

topo


16. O que significa seguir Jesus?

O cristão não é aquele que decide seguir Jesus - tal como alguém que decide juntar-se a um clube de ténis. O cristão é aquele que é escolhido por Jesus. Ele mesmo disse:

"Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós." (João 15.6)

O cristão foi escolhido para ser um discípulo, isto é, um seguidor de Jesus. E isto não só significa conhecê-Lo, amá-Lo e confiar n'Ele, mas também significa estar totalmente dedicado a ele.  Jesus descreve um discípulo da seguinte maneira:

"Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, tome cada dia a sua cruz e siga-me." (Mateus 16.4)

Jesus não estava a falar em deixar de comer doces durante a Quaresma ou de nos negarmos a ter um pequeno luxo. É algo mais radical - é dizer 'não' ao nosso modo de viver e de pensar só em nós mesmos, é dizer 'sim' a Jesus.

Um discípulo é um aluno, e como discípulo eu quero escutar Jesus e obedecer-Lhe, uma vez que a minha vida não é mais minha para fazer com ela o que eu quiser. Agora pertenço a Jesus. Ele é o Senhor e mestre de tudo o que sou e de tudo o que tenho. Sou responsável perante Ele por aquilo que faço com o que Lhe pertence a Ele de direito.

Para Jesus a cruz significou dor e vergonha, solidão e rejeição, sofrimento e morte. Jesus chama os seus discípulos a seguirem o mesmo caminho e a não ficarem surpreendidos quando a incompreensão e a oposição vierem. Hoje há, provavelmente, mais cristãos a sofrer pela sua fé do que em qualquer outro período da historia.

Seguir Jesus quer dizer:

  • obedecê-Lo sempre que Ele nos fala através da Bíblia ou do Espírito Santo;

  • querer agradar-Lhe a fazer a Sua vontade;

  • cuidar dos outros, como Jesus;

  • aceitar as pessoas e amá-las, como Jesus;

  • ter tempo para as pessoas, particularmente os necessitados;

  • ser uma luz no mundo, vivendo uma vida de verdade, honestidade e compaixão, como Jesus.

topo


17. O que vai acontecer no futuro?

Será que a raça humana vai acabar consigo própria e com o mundo por meio de uma explosão?

É bem certo que, pela primeira vez na história, temos os meios para o fazermos. Mas a mensagem bíblica proclama que "o nosso Deus reina". Deus está no controle de tudo e nada que a raça humana possa fazer irá impedir que a vontade de Deus seja feita. O dia vem quando Jesus Cristo vai voltar para este mundo e vai tomar o controle completo.

Como acontecerá isto?  A Bíblia é cheia de referências a este acontecimento. Este facto tem sido a confiança segura dos cristãos através dos séculos, baseado na própria promessa de Jesus: "Voltarei outra vez". A segunda vinda em poder e glória terminará o livro da história humana e mundial.

Quando acontecerá?  A resposta simples é que não sabemos - só Deus sabe. Contudo, Jesus avisou-nos em Mateus, capítulo 24,  acerca dos sinais da sua vinda:

  • desastres naturais, fome, pestes e terremotos;

  • guerras e insurreições, revoluções e opressão cruel;

  • aparecimento de seitas e falsos profetas;

  • aumento de medo e de tensão e relacionamentos desfeitos;

  • o evangelho será pregado em todo o mundo;

  • cristãos  vão sofrer perseguição intensa.

  • o sol ficará escuro e a lua deixará de brilhar; as estrelas cairão e os poderes do céu vão estremecer.

Jesus disse que o seu regresso seria repentino. Ele comparou-o a um relâmpago que ilumina um céu escuro. Será o próprio Jesus que virá e será claramente visível a todos e Ele terá autoridade total sobre todos os outros poderes, humanos ou satânicos.

Mas isto não é o fim final porque a Bíblia fala também dos novos céus e um novo terra, onde tudo estará de acordo com a vontade de Deus.  Se quisermos, todos nós podemos tomar parte desta nova criação, mas cabe a nós nos preparar para aquele dia em que Jesus voltará.  O conselho da Bíblia é:  "Enquanto esperam por esse dia, façam tudo para que Deus os encontre sem faltas, sem pecados e em paz. " (2 Pedro 3.14)

topo


18. O que vai acontecer depois de morte?

Há uma coisa absolutamente certa - um dia vamos morrer! Nunca se sabe quando, onde, e como.  Nunca se sabe se vai ser uma coisa muita repentina, ou se vai acontecer depois dum longo período de doença.

Desde que todos nós vamos morrer, é lógico que o Deus que nos criou tenha deixado alguma ideia sobre o que vai acontecer depois.  Se não fosse este o caso Ele seria muito cruel, mas a realidade é que Ele é um Deus de amor, e quer que nós possamos saber o que vai acontecer depois da morte do nosso corpo.

O Senhor Jesus Cristo e mais ninguém tem autoridade para nos ensinar sobre  a morte.  Porquê? 

Porque:

  • Ele é Deus; 

  • Ele é a verdade, e fala a verdade;

  • Ele veio viver neste mundo para nos ensinar sobre a vida e a morte;

  • Ele passou pela experiência da morte e voltou a viver.  Então Ele tem conhecimento desta realidade.

Devemos então prestar atenção àquilo que Jesus disse na Bíblia. Ele fala-nos de dois mundos eternos, o céu e o inferno. Quando os nossos corpos morrem, os nossos espíritos continuam a viver porque estes nunca podem morrer.  

O inferno é o lugar donde Deus retirou a sua presença e, por consequência, toda a sua luz e amor. Jesus descreve este lugar como um local de escuridão, choro e tormento.  A Bíblia chama a isto eterna separação de Deus. O inferno é uma prisão de vida eterna sem remissão possível. Deus não manda ninguém para o inferno. As pessoas vão para lá por escolha própria, por ignorarem ou rejeitarem Jesus como a única esperança de libertação e de vida eterna, porque Deus providenciou a remissão (o perdão) dos pecados ao deixar Jesus sofrer aquela terrível pena de morte.  Sobre inferno, Jesus disse:

"Não temais os que matam o corpo, e não podem matar a alma. Temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo." (Mateus 10.28)

"É melhor que se perca um dos teus membros do que seja todo o teu corpo lançado no inferno. " (Mateus 5.29)

"Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles colherão do seu reina tudo o que causa pecado, e todos os que cometem iniquidade. E lançá-los-ão na fornalha de fogo, onde haverá pranto e ranger de dentes." (Mateus 13.41)

"...vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz e sairão, os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida, e os que praticaram o mal, para a ressurreição da condenação."   (João 5.28,29)

O céu é apresentado como um lugar de amor e felicidade perfeitos, de paz duradoura e satisfação completa - tão encantador e maravilhoso que nem sequer conseguimos começar a compreender. Não haverá mais pecado, nem morte, nem mal, nem violência, nem ódio, nem  separações, nem diabo a importunar e a atormentar, nem mais dor e sofrimento.

A vida cristã aqui é uma preparação para essa vida maravilhosa que há-de vir. Veremos Jesus face a face. No final dos tempos seremos levantados dos mortos com um novo corpo espiritual. Esse corpo ressuscitado será como o corpo ressuscitado de Jesus, perfeitamente adequado para a vida com Ele no céu. Todos os quebra-cabeças e mistérios da vida serão resolvidos.

Se ama Jesus, não precisa nunca de ter medo da morte. Quando o seu corpo morrer, o seu 'eu' verdadeiro vai direitinho para junto de Jesus! Será como adormecer e depois acordar. A primeira pessoa que verá será Jesus a dar-lhe as boas vindas por ter finalmente chegado ao lar. Jesus disse: 

"Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho único, para que todo aquele que acredita n'Ele não se perca  mas tenha a vida eterna." (João 3.16)

Jesus nunca falou dum outro lugar (como o purgatório por exemplo) além do céu e do inferno, nem na possibilidade de orar pelos mortes, a fim de que os seus destinos  possam ser mudados.  A Bíblia fala assim:

".. aos homens está ordenado morrer uma só vez, vindo depois disso o juízo." (Hebreus 9.27)

"Pois todos devemos comparecer perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal." (2 Coríntios 5.10)

"E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante do trono, e abriram-se livros. Abriu-se outro livro, que é o da vida. Os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras." (Apocalipse 20.12)

"De modo que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus." (Romanos 14.12)

Cabe a nós pensarmos seriamente se estamos preparados para morrer, sabendo que depois vamos estar em pé diante de Deus a dar contas a Ele.

 topo


19. Qual é a decisão mais importante da minha vida?

Claro que temos muitas decisões importantes a tomar - com quem casar, que profissão seguir, onde morar etc.  Gastamos muito dinheiro e tempo em cuidar dos nossos corpos,  mas poucas vezes pensamos na parte espiritual e como nos preparar para a vida depois de morte. Esta vida é passageira e ninguém sabe quanto tempo resta até Deus nos chamar.

Devemos, então, tomar outras decisões importantíssimas enquanto temos tempo. Devemos pensar:

  • como é que posso me preparar para a vida que vai durar para eternidade?

  • o que Deus pensa da minha vida agora?

  • será que as coisas que faço neste mundo agradam a Deus e que vou ser recompensado quando eu chegar diante d'Ele no dia de juízo final?

  • visto que Deus me criou e me ama, o que é que Ele quer de mim?

Então, a decisão mais importante é - 

  • se vou seguir Jesus Cristo e o Seu caminho, que me leva ao céu, ou

  • se vou seguir o meu próprio caminho, que me leva para o inferno.

topo


20. Qual é a diferença entra O Velho Testamento e o Novo Testamento?

É muito importante nós compreendermos a diferença entre o Velho Testamento e o Novo Testamento,  o que significa que percebemos a diferença entre como Deus tratou as pessoas nos tempos antes da vinda de Jesus Cristo (a história do Velho Testamento) e como Deus agora trata as pessoas desde da vinda de Cristo (no Novo Testamento).

Desde o principio do mundo, depois de Adão e Eva terem caído em pecado, tem existido o problema de pecado, mas a maneira que Deus trata deste problema mudou radicalmente com a morte de Jesus Cristo.

Nos livros de Êxodo, Levítico e Números podemos ler todas as leis que foram criadas e  os sacrifícios que tiveram de ser feitos todas as vezes que a lei foi desobedecida.  Mesmo assim, os sacrifícios feitos pelos pecados só foram eficazes em perdoar e cobrir o pecado, e por mais que tentasse, o povo sempre caia em pecado porque ninguém que viveu naqueles dias tinha a capacidade de não pecar.
 

O Velho Testamento fala muitas vezes sobre a gloriosa vinda de Jesus e a nova aliança que ele ia trazer. Deus queria uma coisa muito melhor para que a humanidade pudesse viver numa maneira muito diferente, mas só seria possível através de um preço muito grande - o sacrifico do Seu único filho, Jesus Cristo.  O sangue puro que Jesus derramou quando Ele morreu foi eficaz de não só perdoar os pecados de humanidade mas também de os limpar, e quando Ele subiu aos céus Ele derramou o Seu Espírito Santo para que nós possamos receber o seu poder e começar a viver com vitoria sobre o pecado.

Então, o que Deus queria para a humanidade, que só se tornou possível através da morte do Seu Filho?

1. Jesus ofereceu a si mesmo como o sacrifício perfeito, uma vez para sempre, e por isso não há necessidade para mais sacrifícios.  Ninguém pode fazer nada para pagar pelos seus pecados ou para chegar perto de Deus.

2. O sangue puro de Jesus Cristo tem poder não só para perdoar pecado mas também para limpar o coração. 

3. Depois da morte, ressurreição e ascensão de Jesus Cristo, Ele enviou O Seu Espírito Santo para encher os seus discípulos com a Sua vida que é eterna.  Desde então todos nós que amamos Jesus podemos receber este Espírito Santo enquanto as pessoas no Velho Testamento não tinham este privilegio.

4. No Velho Testamento as leis foram escritas em pedra, mas quando recebemos o Espírito Santo, Deus escreve as leis dentro de nós para que se tornam parte da nossa vida.  Nunca mais teremos de lutar para cumprir a lei, ao contrario, tornar-se-á natural.

5. Depois de recebermos o Espírito Santo, poderemos aprender a andar no Espírito, o que significa que já não seremos escravos do pecado, mas o poder de pecado será quebrado e seremos livres para obedecer a Deus.

6. Ao receber esta nova vida de Cristo, a nossa velha vida morrerá e seremos libertos dos vícios que antes nos agarravam.

7. Esta nova vida satisfará o nosso ser, encher-nos-á  com o amor de Deus e dar-nos-á paz.

8. Teremos a certeza que somos salvos, que estaremos  com o Senhor quando morrermos, e que toda a nossa vida será orientada pelo Senhor.

9. Teremos a certeza que somos filhos de Deus, adoptados na sua família.

10. Tornar-nos-emos membros da Igreja de Cristo que é o Seu corpo e receberemos dons do Espírito para podermos servir a Deus.

topo